Mercado

Mesmo com a crise, lucro dos grandes bancos do País aumentou 21%

Mesmo com a crise, lucro dos grandes bancos do País aumentou 21%

Lucro – Na coluna de hoje, o professor Gilson Schwartz fala sobre a lucratividade dos grandes bancos brasileiros. Os últimos dados revelam que, em 2017, os lucros aumentaram 21%. O seja, mesmo em meio à crise e com a queda da taxa de juros, a rentabilidade aumentou e os bancos tiveram resultado extraordinário. O professor esclarece que crédito público e crédito privado têm sido um dos focos das transformações que o governo Temer imprimiu na economia. Comparado ao grande salto no setor privado, o setor Leia mais

Deflação reforça aposta em corte na Selic e favorece a Bolsa de Valores

Deflação reforça aposta em corte na Selic e favorece a Bolsa de Valores

Deflação – As surpresas favoráveis com a inflação no início do ano e a percepção de continuidade da recuperação gradual da economia estão levando a um aumento no mercado das apostas de que a Selic deve cair de 6,75% para 6,5% na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) deste mês. Na sexta-feira, 2, dados divulgados pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) reforçaram a tese. Segundo a Fipe, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a taxa de inflação na capital paulista, Leia mais

BRASIL POSITIVO dispara no Novo Ciclo Econômico

BRASIL POSITIVO dispara no Novo Ciclo Econômico

Brasil Positivo – De acordo com o economista Ricardo Amorim, o IBGE acabou de divulgar o PIB do ano passado. Apesar da corrupção e da crise política, o Brasil deixou para trás a mais profunda e longa depressão econômica da sua História e cresceu 2,5 mais do que mais de uma centena de economistas projetavam em média um ano antes, segundo o relatório Focus do Banco Central. 2017 começou com a delação do fim do mundo do Marcelo Odebrecht. Em maio tivemos, a reprise do Leia mais

2018 – A Hora e A Vez da Indústria Brasileira, Após Uma Década

2018 – A Hora e A Vez da Indústria Brasileira, Após Uma Década

A Vez da Indústria – De acordo com o Economista Ricardo Amorim, no ano passado, não só tanto a indústria quanto o varejo se recuperaram, mas pela primeira vez em 14 anos, o desempenho da indústria foi melhor do que o do comércio. No último ciclo de expansão da economia brasileira, quando só havia incentivos para consumo, mas nenhum incentivo para a produção, a indústria ficava sistematicamente para trás. A desvalorização cambial e a queda de salários causadas pela crise econômica encareceram produtos importados e Leia mais

SUPERDIVIDENDO de R$ 17,6 bi do Itaú será o maior já pago por uma empresa brasileira

SUPERDIVIDENDO de R$ 17,6 bi do Itaú será o maior já pago por uma empresa brasileira

Superdividendo – O Itaú Unibanco anunciou que pagará aos acionistas do banco R$ 17,6 bilhões em dividendos e juros sobre capital próprio (JCPs) complementares relativos aos resultados de 2017. O pagamento está previsto para o dia 7 de março e, segundo levantamento da provedora de informações financeiras Economatica, representa o maior montante já distribuído em um ano por uma empresa brasileira de capital aberto, em termos nominais (sem considerar a inflação). Dividendos e JCPs correspondem à parcela dos lucros da companhia que é distribuída entre Leia mais

Ibovespa dispara quase 3% com mercado global

Ibovespa dispara quase 3% com mercado global

Ibovespa – Depois do susto na véspera, quando os mercados americanos arrastaram os demais índices globais, a Bolsa brasileira nesta terça-feira encerrou com valorização de 2,48%, aos 83.894 pontos — na máxima, voltou ao patamar dos 84 mil pontos, com alta de 2,77%. O movimento também refletiu a recuperação do mercado americano: em Nova York, o índice Dow Jones avançou 2,33%, enquanto Nasdaq e S&P subiram, respectivamente, 2,13% e 1,74%. O tombo de segunda-feira, quando o Dow chegou a desabar 6%, para fechar em queda Leia mais

Bolsa 2016 encerra como melhor investimento

Bolsa 2016 encerra como melhor investimento

O aumento da aversão a risco que abateu os mercados globais nos últimos meses do ano não foi suficiente para afetar o bom desempenho do mercado de ações brasileiro. Com alta de 38,9%, a bolsa encerra 2016 com a melhor performance do período. Alguns indicadores específicos do mercado acionário encerraram o ano com uma alta ainda mais forte. Como o índice de dividendos da bolsa (IDIV), que subiu mais de 60% no período. A renda fixa também conseguiu encerrar o ano com bons ganhos, a Leia mais