CADÊ A CRISE?

O mercado de ações do Brasil, é considerado um dos mais sofisticados do mundo. Nossa Bolsa de Valores tem se espelhado e se aperfeiçoado com parâmetros aperfeiçoados das melhores bolsas do mundo.

Nós vivemos hoje uma realidade completamente distinta do que experimentávamos em um passado recente. A estabilização econômica conquistada pelo País e a abertura para o capital estrangeiro levaram o mercado a experimentar uma fase excepcional de desenvolvimento, possivelmente uma das mais importantes da história econômica brasileira.

Esta nova realidade colocou os investidores frente a um cenário diferente. Como ocorre em economias organizadas, a Educação Financeira disseminada, permite que milhões de pessoas participem com suas economias, deste universo tão lucrativo e rentável, que é o mercado de ações, deixando para trás a pobreza das aplicações em produtos bancários.

Apesar de nosso universo ainda insignificante de investidores pessoas físicas no Brasil, menos de 1 milhão de pessoas, somos também por isso, o grande potencial que os estrangeiros tanto procuram. Estas novas oportunidades, por serem mais complexas e atenderem a diversos objetivos e perfis, exigem um pouco mais de estudo e reflexões.

Meu trabalho como jornalista na Revista Mercado Financeiro, é como investidor, consultor financeiro e jornalista econômico, onde comento estratégias de investimentos em bolsa de valores, sobre o mercado nacional e internacional, além trazer idéias inovadoras sobre Educação Financeira.

A Revista Mercado Financeiro é um meio de comunicação independente, que trabalha com jornalismo econômico com base nos Estados Unidos da América, voltada para povos de língua portuguesa. Não fazemos analises financeiras sobre empresas, seus autores não são analistas financeiros e todas as opiniões sobre o mercado de ações são com base nas notícias econômicas dos meios de comunicação do países em questão, na opinião pública de grandes investidores e não podem ser consideradas sugestões de investimentos. A Revista Mercado Financeiro visa apenas estimular o debate sobre investimentos no mercado de ações do país e não se responsabiliza por qualquer investimento de terceiros, ou de seus leitores.

Sejam bem vindos a Revista Mercado Financeiro.

Marcelo Veiga

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *